Salo-Central.23.jpg

CENSURA
um filme de Manuel Mozos
em pré-produção

WHEN THE WAVES ARE GONE
um filme de Lav Diaz
em rodagem

BORA-BORA
um filme de Albert Serra
em rodagem

Arte

Curadoria

Liquid Skin

Instalação Vídeo. MAAT

Curadoria de Alexandre Melo

Apichatpong Weerasethakul
Joaquim Sapinho

Harvard na Gulbenkian  

Fundação Gulbenkian

Curadores: Haden Guest and Joaquim Sapinho

Produzido por Kick the Machine e Rosa Filmes

"A força da reminiscência e da memória industrial aparece na dupla cenografia da exposição. Joaquim Sapinho utiliza o chiaroscuro das memórias íntimas para provocar os ecos da história colectiva. Enquanto que Apichatpong Weerasethakul utiliza a memória colectiva para criar as figuras de uma narrativa íntima. Joaquim é um poeta lírico, Apichatpong trabalha numa veia épica. Cada artista procura uma fonte de luz reinventando a noite." - Marie-José Mondzain

Produzido por Rosa Filmes e Harvard Film Archive

Diálogos entre o cinema português e o cinema do mundo, com: Agnès Varda, Albert Serra, Lucrécia Martel, Vítor Gonçalves Wang Bing, Manuel Mozos, Béla Tarr, João Pedro Rodrigues, Dennis Lim, Andréa Picard, Augusto M. Seabra etc. 

Roi Soleil

Performance. Galeria G. Brandão

Albert Serra

Produzido por Rosa Filmes e Andergraun Films

"Com a instalação Roi Soleil, Albert Serra combina pela primeira vez performance, imagens e objetos, e, aprofundando a sua reflexão radical sobre o destino e a condição humana, move a sua obra para a dimensão de uma arte total." - Alexandre Melo

The School of Reis

Harvard Film Archive

Curador: Haden Guest

Produzido por Harvard Film Archive, em colaboração com Rosa Filmes

Os filmes e legado de António Reis e Margarida Cordeiro e a sua relação com as obras de Vítor Gonçalves, Joaquim Sapinho, João Pedro Rodrigues, etc.

CSG: mode d'emploi

Instalação. Fundação Gulbenkian

Joaquim Sapinho

Produzido por Rosa Filmes

"Um desafio foi proposto ao realizador Joaquim Sapinho, juntar as coleções do fundador e moderna da Fundação Gulbenkian. O percurso feito pela sua narrativa refere-se ao exílio, ao transporte de uma casa e obras de arte para outro país e à expressão da imensa confluência de culturas e civilizações na coleção do fundador. Como compreender a relação entre a arte internacional e a arte portuguesa? É essa a pergunta desta instalação." - Penelope Curtis

Pintura Democrática

Instalação. Fundação D. Luís I

Joaquim Sapinho
José Manuel dos Santos

Produzido por Rosa Filmes

"Como era a pintura em Portugal antes da revolução do 25 de Abril? Como devolver esse olhar trazendo de volta uma opacidade, que pudesse permitir ver estes quadros não apenas como disperses ou individuais? Formam o retrato de um momento que é o do ideal da democracia. Como nós atualmente vivemos a sua desilusão, talvez valha a pena lembrar, justamente através da arte, um momento em que uma forma não sistemática, se configurou a possibilidade de uma arte democrática." - José Marmeleira